ENQUETES

Como você vai gastar seu 13º salário?

PUBLICIDADE

Cotidiano / SAÚDE
19.06.2017 | 15h45
Tamanho do texto A- A+

Número de atendimentos aumenta nas unidades de urgência e emergência em Várzea Grande

Na UPA Ipase foram registrados 50.144 atendimentos no período entre janeiro e maio de 2017

DA REDAÇÃO

Número de atendimentos realizados no Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande e na Unidade de Pronto Atendimento do Ipase (UPA24h) já somam 110.078 de janeiro até maio de 2017, e superam em mais de 20% a demanda registrada nos últimos 5 meses de 2016.

 

Os dados apresentam um crescimento na demanda atendida pelas duas unidades que funcionam 24 horas por dia e garantem à população atendimentos de clínica médica, pediatria, ginecologia, ortopedia e odontologia.

 

Conforme o levantamento, o Hospital e Pronto-Socorro atendeu 59.964 pacientes de janeiro a maio, e a maioria desses atendimentos foi realizada pela clínica médica e pediatria, correspondendo a 49,3% e 20%, dos serviços prestados, respectivamente. Até maio, os atendimentos superam os realizados nos últimos 5 meses de 2016 (48.732), aumento de 23%.

 

Já a UPA Ipase atendeu, de janeiro a maio desse ano, 50.114 pacientes, dos quais 67,9% na clínica médica e 26,6% pediatria. Em relação ao 2º semestre do ano passado, os atendimentos dos cinco meses de 2017 (38.679) da unidade também superaram em 30,5% os realizados entre agosto e dezembro.

 

A especialidade que registrou maior crescimento nos últimos 5 meses no Pronto-Socorro foi pediatria, com aumento de 49,9% de janeiro (1.687) a maio (2.529). Os outros atendimentos foram distribuídos entre cirurgias (984), ginecologia (723) e ortopedia (9.502). Na UPA o maior aumento nos 5 meses se deu na clínica médica com crescimento de 23,6%, passando de 6.460 em janeiro para 7.990 em maio.

 

De acordo com a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, a ideia é conseguir atender ainda mais pessoas que necessitem dos serviços de saúde no município. “Investimentos nos 4 primeiros meses de 2017 mais de 28% das Receitas Correntes, quando a lei estabelece 15%, numa clara demonstração do compromisso de nossa administração com a área da saúde pública”.




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados