ENQUETES

Você é a favor ou contra a condenação de Lula em 2ª instância?

PUBLICIDADE

Economia / CADERNETA DE POUPANÇA
10.01.2018 | 19h30
Tamanho do texto A- A+

Com inflação a 2,95% em 2017, poupança tem maior ganho real desde 2006

Descontada a inflação, quem investiu na aplicação teve retornos de 3,88% no ano.

do G1

Com a inflação oficial do país no menor nível em 18 anos, a caderneta de poupança teve em 2017 o maior ganho real (descontada a alta generalizada dos preços) desde 2006.

 

A rentabilidade nominal da aplicação foi de 6,93% durante o ano. Desconsiderada a inflação medida pelo IPCA, que ficou em 2,95% em 2017, o ganho real para o poupador chegou a 3,88%, segundo levantamento da provedora de soluções financeiras Economatica.

 

Desde 1999, quando o governo passou a adotar o IPCA como medida oficial para a inflação, o rendimento da poupança não superou o indicador em apenas dois anos: 2002 e 2015. Veja no gráfico:

 
Rendimento reduzido

A rentabilidade da poupança ficou menor a partir de setembro do ano passado, quando o Banco Central reduziu a taxa básica de juros (Selic) de 9,25% para 8,25% ao ano.

 

O motivo é que uma regra de maio de 2012 determina que toda vez que a Selic ficar abaixo de 8,5%, a correção anual das cadernetas deve ser limitada a um percentual equivalente a 70% dessa taxa mais a variação Taxa Referencial (TR), que é calculada pelo BC.

 

Já quando a Selic está acima de 8,5% ao ano, o rendimento das cadernetas é limitado a 6,17% ao ano mais a TR.

 

 

Fonte     https://g1.globo.com/economia/noticia/com-inflacao-a-295-em-2017-poupanca-tem-maior-ganho-real-desde-2006.ghtml




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados