ENQUETES

Na sua opinião, Pedro Taques deve disputar a reeleição?

PUBLICIDADE

Polícia / INIMIGO ÍNTIMO
17.06.2017 | 11h01
Tamanho do texto A- A+

Pai é suspeito de estuprar filha enquanto mãe trabalhava

A menina, de 4 anos, passou um dia com suspeito e queixou-se de dores nas partes íntimas

Reprodução

Clique para ampliar

Vítima era deixada na casa da avó, mas suspeito foi até lá busca-la

VITÓRIA LOPES
DA REDAÇÃO

Mais um caso de estupro de vulnerável cometido por parentes foi registrado pela Polícia Civil, em Peixoto de Azevedo (674 Km de Cuiabá). Um homem está sendo investigado por ter violentado a própria filha, de apenas 4 anos, na última quinta-feira (15).

 

A vítima se queixou com a mãe que sentia dores na genitália, após ter passado o dia com o suspeito.

 

A mãe, que é ex-mulher do suspeito, costuma deixar a criança sob os cuidados da avó, enquanto ela sai para trabalhar em um frigorífico. Entretanto, na quinta-feira (15), quando ao buscar a menina, foi informada que o pai tinha passado lá e a levado.

 

A mulher então desconfiou quando a vítima, já em casa, relatou as dores. Em seguida, ela foi à Delegacia prestar queixa.

 

A Polícia Civil investiga o caso. Ele poderá responder por abuso de vulnerável, cuja pena é de 8 a 15 anos.

 

Outro caso

 

Um homem de 42 anos foi preso na manhã de sexta-feira (16), após ser denunciado por abusar sexualmente de suas filhas, de 12 e 13 anos, em Lucas do Rio Verde (334 km de Cuiabá).

 

As vítimas confirmaram os abusos em depoimento aos policiais e ainda relataram que o agressor as embriagava antes de estuprá-las.

 

De acordo com informações do 13º Batalhão da Polícia Militar (BPM), foi a mãe das meninas quem prestou queixa após elas relatarem os abusos.

 

Conforme contaram as vítimas posteriormente aos policiais, o pai já teria cometido os abusos várias outras vezes.




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados