ENQUETES

Como você vai gastar seu 13º salário?

PUBLICIDADE

Política / NA CADEIA
17.06.2017 | 14h33
Tamanho do texto A- A+

Blairo diz que nunca enviou emissário para falar com Silval

Assessoria jurídica de ministro diz que afirmação tenta prejudicar andamento processual

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

O ministro da Agricultura e ex-governador Blairo Maggi

CARLOS PALMEIRA
DO RDNEWS

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi (PP), afirmou, por meio de nota, que não enviou nenhum emissário para conversar com o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) enquanto ele estava preso no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC).

 

A resposta surge após uma declaração do advogado Marcos Dantas, que defende o ex-secretário estadual de Fazenda Marcel de Cursi, que afirmou ao que o senador Wellington Fagundes (PR) esteve pessoalmente visitando Silval e que Blairo enviou um representante.

 

A assessoria jurídica do ministro afirmou na nota que essa informação “tem o claro propósito de prejudicar o bom andamento processual”. Além disso, a defesa de Blairo diz que ele não procurou o ex-governador Silval de maneira nenhuma “por não existir motivos para isso”.

 

A declaração de Marcos Dantas se deu quando comentava a decisão da juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, que concedeu a liberdade a Silval e ao ex-chefe de gabinete Silvio César Correa, na última terça (13). A magistrada destacou no despacho que observou riscos à integridade física de Silval se ele fosse mantido no CCC.

 

“A juíza também deferiu a soltura dele, alegando que ele estava sofrendo pressão lá dentro. A fala do Silval diz que ele sofreu pressão dentro do CCC, mas não cita quem foi. E lógico que agora só ficou Marcel e o coronel lá dentro, né? Mas veja bem, o Silval recebia visitas diárias de deputados, de outros secretários que não foram presos”, afirmou Dantas. O coronel que ele cita é José Nunes Cordeiro, ex-adjunto da secretaria estadual de Administração (SAD).

 

“Blairo Maggi mandou emissário lá. Wellington Fagundes foi visitá-lo pessoalmente e ele (Silval) correu com todo mundo de lá, mandou os caras embora, xingou eles e mandou embora. Isso eu sei porque estava lá no dia”, complementou Dantas. 

 

Veja, abaixo, a íntegra da nota de defesa do ministro Blairo Maggi: 

 

"Sobre as declarações feitas pelo advogado Marcos Dantas, responsável pela defesa do ex-secretário estadual de Fazenda, Marcel de Cursi, de que o ministro Blairo Maggi teria enviado emissário ao Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), vimos a público rechaçar esta afirmação.

 

Em nenhum momento Blairo Maggi teria procurado o ex-governador Silval Barbosa e, muito menos, enviado emissário, por não existir motivos para isso. Entendemos, por fim, que essas informações inverídicas tem o claro propósito de prejudicar o bom andamento processual.

 

Assessoria jurídica do ministro Blairo Maggi"

 




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados